5 dicas para evitar o stress de trabalho no meio da pandemia


Home office stress

Stress é um tópico recorrente, que em algum momento experimentamos em maior ou menor grau em nossas vidas. Mas agora como o COVID 19 é diferente, são condições desconhecidas e que temos de nos adaptar rapidamente.

Muita gente perdeu ou pode perder o seu emprego. Muitas pessoas estão confinadas em suas casas e tem de balancear as suas tarefas do trabalho que tinham, com uma rotina nova: além do trabalho em si, tem de arrumar a casa, preparar a comida, lavar roupas, coisa que muito executivo (a) não estava acostumado. Sem contar os que tem filhos e ainda tem de ajudá-los com as aulas virtuais ou dar mais atenção aos filhos que estão em casa sem aula.

Ou seja, o seu lar virou também escola e escritório.

Além disso, existe uma pressão psicológica no ar para muitos, como se agora fosse a hora para você fazer tudo aquilo que sempre quis fazer e nunca teve tempo ou coragem: tipo acabar aquele projeto engavetado que você tinha tanta paixão, aprender um nova habilidade já que não faltam excelentes opções para estudar on-line; várias opções inclusive sendo oferecidas gratuitamente. Ou seja, existe uma pressão, mesmo que inconsciente, de que preciso usar o meu tempo da melhor forma possível antes que o mundo acabe!

Eu mesma recebi e ainda recebo mensagens com ofertas de filmes gratuitos, livros para download, áudio-book digitais, milhares de webinars e palestras bacanas... Fico feliz em ver tantas empresas engajadas, oferecendo ajuda neste momento.

Por outro lado, é complicado fazer escolhas com tantas opções possíveis sendo disponibilizadas de imediato e ao mesmo tempo: as pessoas tendem a ficar confusas com quais decisões tomar para ocupar o tempo de uma forma produtiva, coerente e que não as deixe ainda mais sobrecarregadas.

Engraçado como às vezes as decisões mais simples podem nos tomar mais tempo do que pensávamos, justamente por não estarem no nosso dia-a-dia. Mais de uma amiga comentou comigo a dificuldade em planejar e o tempo investido para decidir o cardápio do dia-a-dia, por exemplo.

Somada a tudo isso, a mídia continua nos bombardeando com notícias alarmantes, nunca recebi uma quantidade tão grande nos grupos de WhatsApp com temas que vão de piadinhas, teorias de conspiração, a favor do Bolsonaro, contra o Bolsonaro a mensagens de amor e reflexão. Se eu fosse ler isso tudo, juro, acho que daria umas 3 horas por dia no mínimo! É preciso fazer escolhas e ter responsabilidade no que repassamos.

Além disso, ainda temos uma preocupação adicional que é realmente nos informar adequadamente em como lidar com a possibilidade de nos contaminarmos, como limpar os sapatos adequadamente antes de entrar em casa, como lavar as mãos de forma correta, como desinfetar os ambientes, sem contar com quem realmente pegou o corona vírus ou conhece alguém que pegou e está auxiliando no que é possível.

Para aliviar toda essa tensão; o normal para muita gente era ir a uma academia; fazer as aulas de Yoga, Karatê ou de artes ou mesmo o famoso “happy-hour” no boteco.

Porém, estes locais agora estão ou deveriam estar fechados e mesmo tentar novas atividades neste momento também pode ser fonte de mais stress para algumas pessoas, principalmente as que se cobram muito.

Algumas dicas:

1- Foque no simples e básico. Por exemplo em relação a alimentação da família: arroz com feijão, uma fonte de proteína e salada. Não é momento de pensar em comidas mais elaboradas. O fato é que uma grande parte das pessoas não gosta de ir para a cozinha. Porém, se você é do tipo gourmet e que acha cozinhar uma fonte de prazer, isto não se aplica para você, já que esta atividade inclusive pode ajudar a te aliviar o stress.

2- Não crie expectativas que não sejam realistas. Pergunte-se se toda a sua “TO DO LIST” é de fato factível. Para saber mais dicas sobre este tópico, leia meu post como aumentar a sua produtividade em home-office

3- Separe as atividades importantes das urgentes e baseie a sua decisão conforme o modelo abaixo:

The Decision Book: 50 models for strategic thinking


4 - Para aliviar o stress, encontre a atividade que funciona para você. No meu caso, por exemplo, comecei a fazer yoga em casa. Meu marido gosta de tocar guitarra e tem praticado mais do que de costume. Uma grande amiga minha pinta mandalas. Outros preferem assistir Netflix e outros preferem simplesmente não fazer nada.

Uma outra prática que recomendo para fazer em casa e que de fato ajuda muito a aliviar o stress é fazer meditação. Existem vários aplicativos gratuitos que você pode experimentar. Eu uso o InsightTimer. (Leia mais aqui: corona vírus e meditação: pode ser uma oportunidade para você começar!)

5. Seja flexível. Essa é uma excelente oportunidade para exercitarmos a nossa resiliência e fazer do limão uma limonada. Você pode exercitar enxergar qual o aspecto positivo e qual a oportunidade que temos de aprendizado neste isolamento social ao invés de focar nos milhões de problemas que de fato estão presentes neste momento.

Por fim, tenha certeza de que tudo isso passará.

Lembre-se o que é essencial é invisível aos olhos – Antoine de Saint Exupéry

Lidere sua vida!

Abraços, Carla



22 views0 comments

C4U Consulting & Coaching

Netherlands

KVK- nummer: 75568136

BTW-nummer: NL002475270B51

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle